PressReleases

04/11/2020

Klabin apoia iniciativa de disclosure de riscos climáticos (TCFD) e reforça compromisso para reduzir emissões de carbono

Decisão ajudará a Companhia na transparência e na comunicação, principalmente com investidores

São Paulo, 4 de novembro de 2020 – A Klabin, maior produtora e exportadora de papéis para embalagens do Brasil, tornou-se “TCFD Supporter”, comprovando seu engajamento em ações que denotam transparência, responsabilidade com sustentabilidade e orientação de negócios relacionados às mudanças climáticas do planeta.

A TCFD (sigla em inglês para Força-Tarefa para Divulgações Financeiras Relacionadas ao Clima) é um conjunto de recomendações desenvolvido pelo Financial Stability Board (FSB) para que as empresas incorporem em suas estratégias e nas divulgações financeiras os riscos e as oportunidades relacionados ao clima.

Para a Klabin, apoiar a TCFD e aperfeiçoar a adoção de suas recomendações ajudará na transparência e na comunicação com os seus públicos, especialmente, com os investidores. A Companhia adota medidas para identificar e mitigar os riscos climáticos, bem como explorar as oportunidades. A área de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação Florestal, por exemplo, investe em biotecnologia para o desenvolvimento e o teste de clones de pínus e de eucaliptos mais resistentes às alterações climáticas.

Pelo lado da oportunidade, a valorização da energia renovável é um importante reconhecimento aos investimentos da empresa, a Unidade Puma disponibiliza ao sistema elétrico brasileiro um importante superávit de produção de energia renovável. A Companhia também monetiza essa energia limpa com a geração e a negociação de certificados de energia renovável – iREC.

“A Klabin é uma empresa de base renovável e comprometida com o desenvolvimento sustentável. Buscamos uma economia de baixo carbono, reforçando nossa preocupação recorrente com as mudanças climáticas”, afirma Júlio Nogueira, gerente de Sustentabilidade e Meio Ambiente da Klabin.

 

Redução nas emissões de carbono

A Klabin também atua para reduzir suas emissões de carbono, sendo a primeira empresa brasileira e a primeira empresa do setor de papel e celulose das Américas a se comprometer com o desenho de metas para a redução de emissão baseadas na ciência. Isso significa que os esforços da Companhia em reduzir as emissões de carbono estão em consonância com a ciência para limitar o aumento da temperatura em, no máximo, 1,5º C. 

A empresa também foi uma das primeiras do Brasil a aderir à campanha global da ONU –  “Business Ambition for 1,5º C” -, que incentiva líderes empresariais  a se comprometerem com ações climáticas com base científica. Desde 2019, a Klabin vem desenvolvendo metas considerando a metodologia da iniciativa Science Based Target – SBT;  e, até o fim do ano, buscará junto ao SBT a aprovação dessas metas. A Companhia estuda um pipeline de tecnologias de baixo carbono, o que possibilitará que se posicione como importante player da economia verde.

Nos últimos 17 anos, a Klabin reduziu 60% das suas emissões específicas (kg CO2 equivalente por tonelada de produto), tornando seu balanço positivo, ou seja, a empresa captura mais CO2 da atmosfera, por meio de suas florestas, do que emite em suas operações industriais, o que totaliza um saldo positivo de 4,7 milhões de toneladas de CO2eq.

Relatórios de sustentabilidade

Tópicos mais buscados

Assessoria de Imprensa

CONTATO DA IMPRENSA KLABIN S.A.

O que procura?