Klabinna Mídia

dcmais 02/12/2020

Klabin lança programa de parceria com pequenos produtores da região de Ponta Grossa e Telêmaco Borba

 02/12/2020, 13:18

A Klabin, maior produtora e exportadora de papéis para embalagens do Brasil, está lançando o “Plante com a Klabin”, programa que visa criar parcerias com proprietários rurais para a produção de florestas e para a aquisição da madeira. A iniciativa é complementada pelo “Matas Legais”, visando auxiliar na criação de um sistema de produção integrado nessas propriedades – e, assim, harmonizando as florestas plantadas com as culturas da pecuária e da lavoura, como a produção de grãos e leite, por exemplo.

“Visitando a região dos Campos Gerais do Paraná é muito interessante ver como há um diálogo técnico constante entre pequenos produtores e empresas florestais maiores. Na região, pequenos produtores conseguem produtividades excelentes e participam ativamente de processos de conservação. Há também toda uma integração da produção florestal com o polo madeireiro na região de Telêmaco Borba. Esse processo de desenvolvimento integrado de base florestal fez com que Telêmaco Borba, por exemplo, apresentasse um crescimento no Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (Firjan), subindo de 0,66, em 2005, para 0,76 em 2016, ultrapassando 77 municípios paranaenses nessa evolução”, diz Erich Schaitza, pesquisador da Embrapa Florestas e ex-gerente geral do Projeto Paraná Biodiversidade.

Segundo a Klabin, o programa vai dar mais segurança aos produtores na comercialização da sua produção florestal no longo prazo, incluindo termos que garantem a venda com um preço mínimo e que considera também possíveis correções monetárias. “Todos os participantes realizam ações de planejamento para a propriedade, para que ela se desenvolva de maneira sustentável e que alcance a certificação, que atesta que aquela produção cumpre questões legais ambientais, econômicas e sociais”, ressalta a indústria.

“Os ganhos gerados por esses programas alcançam as comunidades e fomentam o ambiente de negócios de toda a região ao trazer benefícios como a geração de emprego e riquezas, a fixação das famílias no campo com a diversificação das atividades e o incremento da renda. Esse ciclo torna o setor florestal um importante agente do desenvolvimento econômico e social do País”, afirma José Totti, diretor Florestal da Klabin.

Complemento

No Matas Legais, os produtores fazem cursos, mutirões, visitas de intercâmbio e recebem gratuitamente mudas de plantas nativas para a recuperação de áreas degradadas. Além de incentivar a silvicultura de florestas plantadas, seja de pinus ou eucalipto com um plano de manejo sustentável, o programa também prevê o enriquecimento de florestas secundárias, o auxílio na conservação de fontes hídricas e do solo, a proteção da biodiversidade e a agricultura orgânica. Segundo a Indústria Brasileira de Árvores (Ibá), o setor de base florestal conserva cerca de 5,9 milhões de hectares de áreas nativas na forma de Áreas de Preservação Permanente (APPs), Reserva Legal (RL) e Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs).

Relatórios de sustentabilidade

Tópicos mais buscados

Assessoria de Imprensa

CONTATO DA IMPRENSA KLABIN S.A.

Facebook

Youtube


O que procura?